• Sem Etiqueta

Será que você sabe mesmo tudo sobre São João?

Você tem certeza de que já sabe tudo sobre São João?


A festa, que acontece em junho, é uma das mais amadas do Brasil e também um dos eventos mais esperados por todo mundo (literalmente, pois as festas brasileiras já são conhecidas no mundo inteiro).


Conhecida principalmente pelas comidas deliciosas e danças animadas, a festa junina também é cheia de histórias interessantes desde sua origem, que muitas vezes não são de conhecimento geral.


No post de hoje, vamos trazer várias curiosidades sobre a festa, como ela é celebrada nas diferentes regiões do Brasil, termos que você não conhecia.... Enfim, tudo para que você se torne um especialista no tema!

Então, se quiser saber tudo sobre São João, segue com a gente!




A origem da festa de São João


Antes de conhecer as características da festa, vamos falar um pouquinho sobre como ela se tornou o evento que é hoje.


A festa de São João, ou junina, veio para o Brasil na época da colônia, pois já era uma festa tradicional na Europa. Em Portugal, era chamada de Festa Joanina, provavelmente por acontecer em junho, mas também pode ser pelo próprio São João.


A comemoração se dá em junho porque é uma homenagem a três santos católicos. Além do São João (que é comemorado em 24 de junho), são homenageados Santo Antônio (comemorado dia 13 de junho) e São Pedro (29 de junho). Com essas três datas, a celebração da festa se dá durante o mês inteiro.


Porém, a história não começou assim! Vários historiadores estudiosos da festa já disseram que a celebração não tem origem nos santos da Igreja Católica, e começou como uma festa pagã.


Estima-se que a festa teve origem na Europa, sim, mas com a finalidade de celebrar o solstício de verão (transição da primavera para o verão), celebrar a época da plantação e afastar os maus espíritos, a fim de ter uma boa colheita, e depois foi apropriada como festa religiosa.


Ao chegar no Brasil, a festa foi sofrendo influências indígenas e africanas, e tomando a feição que tem hoje, principalmente no que diz respeito às comidas e músicas tradicionais.


Atualmente, é comemorada no país inteiro, muitas vezes com a conotação religiosa, mas já tomando novos formatos.


O São João tem diferenças em cada região do Brasil


Apesar de a região Nordeste ser conhecida tradicionalmente por ter as maiores festas de São João do mundo (como a conhecida festa de Campina Grande, na Paraíba), esse evento acontece em todo o país, e cada uma das regiões guarda suas próprias características.


Norte

Na região Norte, além das atrações tradicionais, também acontecem as festas do Boi-Bumbá e outras festas do folclore local. As comidas mais típicas são a maniçoba (feijoada paraense feita com folhas de macaxeira e carnes), o tacacá (feito com tucupi, goma de macaxeira, jambu e camarão), tapioca e vatapá.


Nordeste

No Nordeste, a festa conta até com trio elétrico e enormes shows de forró. Nessa região, os pratos mais consumidos são baião de dois (prato feito com arroz, feijão, linguiça e queijo coalho), mugunzá (conhecida e outras regiões como canjica), cuscuz (preparo feito com flocos de milho, água e sal) e caruru (preparo de quiabo, servido geralmente com acarajé, carnes, frutos do mar ou frango).


Centro-oeste

No centro-oeste, a festa é embalada no ritmo do sertanejo, e conta com pratos como a sopa paraguaia (preparo típico no Paraguai, feito de farinha de milho e queijo) e o empadão goiano (massa de empada recheada com frango, palmito, queijo, linguiça e carne de porco).


Sudeste

Na região Sudeste, as quermesses e festas de igrejas são muito tradicionais. Lá, bebe-se muito quentão (cachaça, gengibre, cravo e canela), come-se cuscuz paulista (o cuscuz paulista é bem diferente do nordestino, e conta com vários ingredientes), cachorro quente e até pizza.


Sul

Por último, a região Sul. Nessa época do ano, a região é bastante fria, então é comemorada com quentão (nessa região o quentão é feito com vinho tinto no lugar de cachaça), pinhão (semente da araucária que é consumida cozida), maçã do amor e chá de amendoim. Além das danças típicas como a dança do pezinho.

Mas é claro que, apesar de terem suas diferenças, todas as regiões têm em comum as principais atrações e características do São João!


Conheça as principais atrações da festa


A seguir, veja o que é típico da festa de São João pelo Brasil todo:


Quadrilha

A quadrilha é uma dança narrada que não pode faltar nas festas juninas. A dança é originária da Europa, tem como principal característica a coletividade, e é dançada em pares. No Brasil, ela precede o casamento caipira, e a narração é toda contando o caminho do casamento.


Casamento caipira

O casamento caipira, que acontece após a dança da quadrilha, vem (provavelmente) da ligação do Santo Antônio, o santo casamenteiro, com a festa.


Correio elegante

O correio elegante é uma brincadeira muito típica dessa festa, na qual as pessoas podem enviar bilhetinhos umas para as outras. Esses bilhetinhos são muito utilizados para paquerar.


Fogueira

A fogueira é um item tradicional da festa junina há muito tempo (desde as festas pagãs, antes do cristianismo). Antigamente, ela era utilizada para espantar os maus espíritos que atrapalhavam as colheitas e plantações. Hoje, já existe até competição de maior fogueira nessa época do ano.


Fogos

Os tradicionais fogos colorem o céu das festas juninas, e também fazem parte da brincadeira da festa. Aparecem em diversos tipos, desde os mais coloridos até os fogos que emitem apenas sons. Alguns dos mais utilizados são “peido de véia”, “traque”, “bomba bujão”, “chuveirinho”, “bomba palito” e “bomba confeito”. Os fogos são uma diversão a parte, além de alguns tipos serem lindos, mas é importante tomar cuidado na hora de soltar, e nunca deixar na mão das crianças.


Música

A música caipira e o forró são comuns em todas as regiões do Brasil, ritmos que por si só já são associados à festa de São João.


Bandeirinhas

Toda festa junina tem que ser enfeitada com bandeirinhas coloridas, não é? Essa tradição surgiu por conta dos três santos homenageados, pois antigamente as imagens deles eram pregadas em bandeiras para serem admirados.


Vestimenta

A vestimenta da festa também é uma atração! Tradicionalmente, a roupa é remendada, com estampas quadriculadas, chita, muitas flores e chapéus de palha.


Comidas

Os pratos tradicionais da festa são muito simples e, em geral, feitos com milho. Afinal, essa é a época da colheita desse ingrediente. Com o milho, são feitas a tradicional pamonha, pipoca, mugunzá (canjica), milho cozido, milho assado, bolo de fubá, bolo de milho, curau, cuscuz e por aí vai...


Além do milho, o coco também aparece com força na festa, seja na cocada, no quindim ou misturado na pamonha e bolos.


O amendoim é outro alimento típico, que é comido puro, torrado, salgado ou doce nos pés de moleque, paçocas ou chá.


A macaxeira também é típica no país todo (conhecida também como mandioca e aipim), e com ela são feitos bolos, tapiocas...


O arroz doce também é um prato bastante típico dessa data, junto com todas as outras delícias.


Glossário de quadrilha - conheça os principais termos da dança


Como você viu, a quadrilha também é uma das principais atrações da festa, em qualquer lugar do Brasil. Mas existem alguns termos utilizados na hora da dança que muitas vezes geram dúvidas, como balancê, alavantú e anarriê.


Por isso, a gente trouxe uma explicação sobre eles para você:


Anteriormente, falamos que a dança é tradicional na Europa, e depois se popularizou por aqui. Então, os termos que a gente não conhece também acabaram vindo de lá, e depois ficando “abrasileirados”.


Por exemplo, balancê é um passo de quadrilha que é executado deslocando o peso do corpo de um pé para o outro, parado no mesmo lugar. O termo vem de bailar, em francês.


Já o termo alavantú, que é quando os casais se aproximam e um cumprimenta o outro, vem do francês “en avant tous” ou “de frente para você”.


O anarriê, que é quando os casais terminam de se apresentar e voltam para trás, é uma adaptação do francês “en arrière”.


Além desses, outros termos franceses também tiveram adaptações para o caipirês, e são utilizadas normalmente na dança.


No post de hoje, trouxemos tudo (tudinho mesmo) o que você precisa saber sobre São João — desde a origem da festa, curiosidades, até as características que tem hoje.


Agora, conta pra gente: qual sua festa favorita do ano e por que é a festa de São João?

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo