top of page
  • Foto do escritorSem Etiqueta

O drible é negro? Entenda neste post!

Alguns dos maiores dribladores do mundo são negros, e isso não é uma simples coincidência.


Afinal, pesquisadores que estudam o tema já perceberam que o drible está muito relacionado à cultura negra, a movimentos relacionados com a dança e a capoeira, por exemplo. Mas, também, pelo racismo que os jogadores pretos sofreram em campo historicamente.


Assim, podemos pensar que o drible é negro!


E, para abordar o assunto, vamos nos basear no artigo “O Conceito De Drible E O Drible Do Conceito: Analogias Entre A História Do Negro No Futebol Brasileiro E Do Epistemicídio Na Filosofia”, do pesquisador Renato Noguera, que pode ser lido na íntegra aqui.


Vem com a gente saber mais sobre o drible!


O conceito de drible

De acordo com pesquisadores, o drible foi criado por jogadores negros que não tinham os mesmos direitos que os brancos em campo.


Por exemplo, se um branco marcava a falta no negro, ele não era punido. No entanto, quando um negro marcava a falta da mesma forma era punido rigorosamente.


Então criar alternativas para controlar a bola sem encostar nos outros jogadores foi fundamental para que os jogadores pretos pudessem jogar.


E aí nasceu o drible: uma ação praticada pelos jogadores para se desvencilhar do adversário gingando o corpo enquanto controla a bola com os pés.


Genealogia do drible

A expressão dribble existe no inglês desde 1863, mas foi com os jogadores negros que a expressão ganhou notoriedade.


Afinal, foi aí que o drible se tornou um “passo” mais importante do futebol, e apareceu como uma forma totalmente distinta e surpreendente de manejar a bola.


Assim, a hipótese é que o drible como conhecemos hoje nasceu com os jogadores pretos, e se consolidou no esporte lá pelos anos 1940.


Além disso, uma origem do termo pode ser dar pela palavra dibo, que na língua kikongo significa um tipo de dança.


Influência da dança no drible

No artigo de Noguera encontramos várias reflexões sobre a influência da dança, principalmente o samba, nos movimentos do drible.


O drible é extremamente corporal, e essa é uma característica muito presente também na capoeira, uma expressão afro-brasileira.


Assim, Noguera conta que o ex-zagueiro da Seleção Domingos do Guia disse que levou o samba miudinho para o campo.


Além disso, em uma reportagem produzida pelo GE, o jogador Vini Jr. conta que usa passos do funk para realizar seus dribles que já são famosos no mundo todo.


Enquanto que Ludmilla, da Seleção Feminina, conta que a capoeira é fundamental para que ela possa se movimentar com a bola.


Ou seja, o drible brasileiro se assemelha mais ao dibo do que do dribble!


Então, o drible é negro! E entender sua origem e as influências é fundamental para compreender a história do futebol.


Assim, não é à toa que vemos grandes jogadores negros serem consagrados como grandes dribladores, tais como Pelé, Ronaldinho Gaúcho, Marta e tantos outros.


E aí, o que você achou sobre o assunto? Já sabia que o drible é negro?


Para ver mais conteúdo como esse, não deixe de acessar nosso blog e conferir os materiais legais que temos disponíveis!

411 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page