top of page
  • Foto do escritorSem Etiqueta

Prévia de Carnaval da Sem Etiqueta percorreu os 2 principais polos carnavalescos de Natal

A Sem Etiqueta, grife potiguar com 4 lojas no RN, realizou duas prévias de carnaval com mais de mil pessoas em cada fim de semana. Eventos totalmente gratuitos. A ideia de ativação de marketing da empresa Sem Etiqueta foi de colocar a marca no imaginário da população natalense aproveitando o clima de carnaval.


A marca que sempre foi muito procurada para as vestes de carnaval em virtude das suas estampas irreverentes, resolveu inovar lançando em 2020 o seu primeiro bloquinho “Eu amo Olinda, mas não Largo do Atheneu.” O nome do bloco faz referência a um dos carnavais mais procurados pelo público da marca, o carnaval de rua de Olinda, que sempre recebe muitos potiguares todos os anos, e a ideia foi fazer uma relação com o Largo do Atheneu, em Natal, espaço onde geralmente acontecem os shows e circulam os principais blocos de carnaval da cidade, no Polo Petrópolis, bairro onde fica localizada uma das lojas da Sem Etiqueta.


Logo após o carnaval de 2020, deflagrou o estado de pandemia e isolamento social, com a COVID-19, que perdurou por dois longos anos, espera essa que motivou a marca a lançar suas prévias em dose dupla, agora em 2023, criando também o bloquinho “Eu amo Olinda, mas Morro pelo Careca”, fazendo referência dessa vez ao morro do careca, principal cartão postal de Ponta Negra, praia onde fica localizada outra loja da Sem Etiqueta.


Ambos os bloquinhos se concentraram em frente às duas lojas da marca por cerca de 2h30, com orquestra de frevo, regada a chope artesanal “Fuderosa”, bebida produzida pela Cervejaria Raffe em parceria comercial com a Sem Etiqueta. O cortejo com saída prevista para “quando o sol esfriar” contou com a participação de mais de mil foliões em cada um dos dias.


Segundo Raoni Fernandes, empresário da marca, além da ideia de ativação de marketing, o investimento é também um presente a Natal: “É uma forma de retribuir o carinho que a cidade tem com a Sem Etiqueta e ajudar a consolidar o carnaval de Natal, que apesar de não ter a tradição comercial como outras grandes cidades do Nordeste (como Olinda e Salvador), tem um potencial incrível para transformar a data em um forte apelo turístico.”


Perguntado sobre qual o potencial retorno do investimento nessa ativação de marketing, Raoni afirmou “O retorno em vendas foi imediato, mesmo antes de o bloquinho acontecer. Quando lançamos a data do primeiro bloco, já percebemos o aumento das vendas relacionadas ao carnaval. Inclusive a procura por peças da coleção inspirada na identidade visual do bloquinho.”


A Sem Etiqueta possui também uma loja no Natal Shopping e outra em São Miguel do Gostoso, além de distribuir para todo o Brasil através do seu e-commerce www.semetiqueta.com.br



47 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page